Quem já trilhou os caminhos do empreendedorismo sabe que essa é uma jornada desafiadora e que exige perseverança. Ainda assim, pesquisas mostram que mais da metade da população brasileira tem vontade de ser dona do seu próprio negócio.

Aprender com os erros alheios e coletar o máximo de informações baseadas no know-how de pequenos e médios empreendedores são passos fundamentais principalmente para os que querem entrar nesse mundo pela primeira vez e têm de lidar com a falta de experiência.

Sendo assim, resolvemos fazer um compilado com pontos importantes para quem vai abrir uma empresa. São 2 dicas de ouro para novos empreendedores. Confira!

Comece antes e aperfeiçoe depois

Muitos empresários dizem que se tivessem ouvido essa dica desde o início, eles teriam errado antes, arrumado o necessário e, portanto, acertado antes também. E hoje provavelmente estariam ainda melhores do que estão. Afinal, normalmente levam alguns anos até que uma empresa comece de fato a dar lucro.

Por isso, a primeira dica de ouro é: comece o quanto antes e vá ajustando o seu produto ou serviço e outros aspectos da empresa com o tempo e a experiência. Isso é especialmente válido para os mais jovens, por causa do custo-oportunidade, uma vez que eles, geralmente, ainda não têm a responsabilidade de se bancar ou sustentar uma família. A verdade é que dificilmente o primeiro negócio dá certo logo de cara, portanto, só comece.

Colocar as ideias no papel, fazer um plano de negócios e pensar nos detalhes são, sim, uma etapa importante. Mas o ideal é que, com isso feito, você já parta para a ação e comece o seu negócio na prática, seja lançando uma versão beta do seu produto ou abrindo a empresa para valer.

Sempre aparecerão melhorias a serem feitas e, portanto, às vezes pode parecer difícil tirar o projeto do papel, mas tenha em mente que a perfeição vem com o tempo, no trabalho diário.

Nessa primeira fase, é preciso ser observador e ter agilidade para identificar os pontos fortes a manter, as falhas para ajustar e as oportunidades de melhoria. Lance primeiro e refine depois.

Esqueça as idealizações e empreenda de acordo com o seu perfil

Esqueça a ideia de que ser empreendedor tem a ver com liberdade, de que não há horário fixo para trabalhar e chefe para responder, com ganhar muito dinheiro e viver uma rotina que pediu a Deus. Desapegue dessas meias verdades e da glamourização do empreendedorismo.

Da mesma forma, lance o seu negócio com a mente aberta para realizar quaisquer mudanças que sejam necessárias, mesmo que, no final, resulte numa empresa ou produto totalmente diferente da sua ideia inicial. Saiba que na sua empresa você não precisa oferecer, necessariamente, algo que faça parte do seu dia a dia.

Nessa mesma linha de raciocínio, vem a nossa última dica de ouro e que é imprescindível para quem vai decidir o mercado em que vai atuar: escolha um tipo de empreendimento que vá ao encontro do seu perfil. Você está disposto a correr riscos? De quais proporções? Que tipo de negócio atenderia às suas necessidades pessoais e profissionais?

São perguntas-chave que podem fazer você continuar firme na sua ideia de negócio ou opte, por exemplo, por investir numa franquia. Conhecer o seu perfil e os seus interesses, sem dúvida, é um dos primeiros passos para fazer as escolhas certas ao empreender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *